Pássaros - Pc poema everyday

13:28

Era um apaixonado por pássaros. Não se tratava de uma admiração, fascínio, mas uma fixação que beirava à insanidade. Passava horas observando esses seres voadores, investia quase todo o salário para tirar as melhores fotografias, sabia as espécies só em ouvir seu canto. Tinha certeza que a roda das encarnações havia quebrado quando sua alma foi endereçada a um corpo humano, pois o destino correto seria em um pássaro.

Imaginem então qual a sensação quando nosso amigo acordou e percebeu que não tinha mais braços, e sim asas magníficas! Eu ou você ficaríamos desesperados, imaginando estarmos loucos, mas não ele. Debruçou-se na janela, e sem treino algum, iniciou voo.  Viu um bando no céu e juntou-se a eles. Mas seus amado pássaros não o aceitaram. Mudavam a rota, entoavam horripilantes sons.

O homem-pássaro voltou. Percebeu que não bastavam asas para mudar sua natureza. A mudança precisava vir de dentro para fora, e não o contrário. As penas caíram, as asas transformam-se em braços. E ele continuou a amar os pássaros, entretanto sem invejá-los.




Esse texto faz parte do desafio Pc poema everyday , do blog Onça Malhada (link aqui) Como sou péssima em poemas, sigo em prosa! Estejam á vontade para participar.




You Might Also Like

2 comentários

Já falei demais!Deixe seu recado:

Like us on Facebook

Flickr Images