Para o menino que brinca

22:10

Todos os dias passava pelos seus companheiros
Mas não enxergava crianças, apenas perigo
Medo e preconceito eram meus parceiros
Passar por vocês para mim era um castigo


Hoje seria só mais um dia, nada especial
Acordar, tomar um banho, beber um café forte
Enfrentar o diário engarrafamento infernal
Mas você surgiu e mudou minha sorte


Fazia frio e caía uma melancólica garoa
Você e um cão vira-lata brincavam
Como se a vida fosse suave e boa
Para serem felizes vocês se bastavam


Embaixo de uma marquise decadente
Crianças e jovens com frio, encolhidas
O horror então apoderou minha mente
Ao pensar na inocência e esperança perdidas


Menino que brinca, fique sabendo
Você é flor em meio a tanto terror
Suas pétalas levadas pelo vento
Encheram a praça de amor



You Might Also Like

15 comentários

  1. Nossa, que poesia legal... Parabéns!

    www.quaseperfeito.com

    ResponderExcluir
  2. Como se a vida fosse suave e boa
    Para serem felizes vocês se bastavam

    Muito, muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! Parabéns!

    www.euandressamoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que poesia linda! Amei! Muito profunda...

    Beijo, mariasabetudo

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Vim agradecer sua visita e tão gentis palavras.
    Estou encantada em conhecer seu blog e suas poesias, vc "escrevive" com carinho, delicadeza e singularidade.
    Parabéns
    Seguindo, Luli Ap.
    Bjs
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Bruna!

    Uma bela e sensível poesia!
    Obrigada pela visita.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Que poema lindo, e tão rico, amei <3
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Adorei o texto, muito lindo Parabens!
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  9. Tão bom podemos ter uma inspiração e quando nos reporta as brincadeiras de infância, é um deleite.
    “Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida. Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e fazer feliz por inteiro. Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de julho com 3 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Linda poesia! Me fez lembrar minha infância. Parabéns! bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
  11. Linda poesia. Sensibilidade em estágio puro de destilação.
    www.zemunhoz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Já falei demais!Deixe seu recado:

Like us on Facebook

Flickr Images