Entrevista com a Cyntia Bandeira

09:56

Conheço a Cyntia há algum tempo, através das cartas. Ela agora trilha um novo caminho, permitindo que mais pessoas conheçam seus talentos literários. Semana passada ela me pediu para fazer uma entrevista, e aceitei com o maior prazer. Com vocês, a escritora Cyntia Bandeira Lino, autora do livro "Desabafos de Mulher", vendido aqui.



1.Conte-nos sobre como surgiu a ideia de escrever esse livro:Eu cresci ouvindo histórias sobre pessoas que sofreram todo o tipo de injustiça que o ser humano pode sofrer.Fazia alguns anos que eu tive vontade de escrever um livro.Como eu estava com as muitas histórias na mente,que meus familiares me contaram ao longo da vida,resolvi juntar todas elas neste livro,tomando o cuidado de escrever uma história fictícia e criando nomes diferentes,para não constranger estas pessoas.


2.Sua personagem principal foi inspirada em alguém? A história tem elementos de sua própria vida?A personagem principal de meu livro,que também é a narradora da história,foi inspirada em cerca de trinta mulheres que minha família conheceu(eu cheguei a conhecer algumas,que por sinal,estão vivas até hoje).Algumas partes da história tem a ver com a minha vida sim,como por exemplo,a personagem principal de minha obra sofreu perda de pessoas muito importantes para ela,assim como eu sofri.

3.Quanto tempo foi necessário para finalização da obra? Qual a parte do livro foi mais complicada de escrever?Levei cerca de um mês para dar os toques finais na minha obra.Eu diria que a parte desta história foi mais complicada de escrever foi o final.Fiquei tão indecisa quanto ao final que eu daria a Ester(personagem principal do livro)e a todos os outros personagens,que reescrevi os últimos quatro capítulos umas seis vezes.E fiz alguns cortes,para que a história não ficasse cansativa aos olhos dos leitores.


4.O que acha do cenário literário nacional? Acha que a internet veio facilitar ou dificultar o trabalho dos escritores?Graças à Deus,o Brasil é riquíssimo em literatura.Isso acontece deste o início da colonização.Destaco os escritores desde o século 19 até os atuais.Temos uma grande variedade de ótima literatura!Eu acredito que o cenário literário nacional apenas precisaria de um maior incentivo e divulgação das novas obras.O povo brasileiro precisaria conhecer melhor e prestigiar bastante uma das grandes riquezas nacionais,que é a literatura brasileira,tanto a clássica quanto a contemporânea.Acredito que a internet veio facilitar o trabalho dos escritores(especialmente dos novos,como eu),na maioria dos casos.Infelizmente,como em qualquer lugar,existem pessoas mal intencionadas,que fazem coisas que prejudiquem os escritores.Fico profundamente triste com isso.É constrangedor ver que muitos brasileiros ainda não tem o costume de freqüentar livrarias e bibliotecas.Por minha vontade,todos os brasileiros leriam,no mínimo,uns 50 livros por ano,seja de qual temática for a obra.A leitura abre a mente,nos faz crescer como seres pensantes e faz uma imensa higiene em nosso cérebro.


5.       Como foi a receptividade dos leitores à sua obra? Você recebeu críticas? Como lida com elas?As pessoas que já leram meu livro adoraram, modéstia a parte. Recebi algumas críticas,mas foram construtivas,que naturalmente vou aplicar nos próximos livros que vou escrever.Eu lido com as criticas da seguinte maneira,eu ouço todas com o maior prazer.Quando vejo que a pessoa está querendo me ajudar,eu filtro tudo o que ela me disse e aplico nos meus futuros trabalhos.Agora,quando percebo que alguém está falando mal do meu trabalho(o que é raríssimo acontecer,por enquanto),apenas com a intenção de fazer com que eu pare de escrever,eu simplesmente ouço os impropérios e deleto tudo o que o fulano disse na minha mente.


6.Pretende escrever outro livro? Como seria a história?Mas é claro que sim!Aliás,ele já está escrito.Está em fase de correções e cortes.A história se trata de um problema muito comum na juventude brasileira.Mas a história,por enquanto é segredo.No momento certo,contarei a você e a todos sobre meu segundo livro.Pode esperar,que eu farei isso no devido tempo.


7.O que seu livro tem de especial, diferente? Por qual motivo as pessoas devem lê-lo?Meu livro foi escrito totalmente com o sentimento.Mais do que palavras,coloquei meu coração nele.Escrevi de maneira simples,sem usar um vocabulário complicado.De diferente,eu diria que ele tem o formato dos parágrafos e a escrita do enredo.Coloquei tanto sentimento na história,que alguns podem achar que ela contem erros ortográficos e de diagramação.Mas tudo neste livro tem uma profunda simbologia,que para entendê-la,só lendo a obra.Um motivo para ler meu livro é comprovar que o ser humano,mesmo quando está com o espírito quebrado,pode e deve se reerguer,sem nunca desistir de lutar pela felicidade e seu espaço ao sol.


8.Poderia deixar uma mensagem para os leitores do blog?Quero agradecer a todos os leitores do blog,por terem lido esta entrevista,que eu dei com o maior carinho! Eu gostaria muitíssimo que todos lessem o seu livro, e que se puderem escrevam comentários no site onde ele é vendido(lá tem espaço para comentários).Peço humildemente que leiam meu livro mesmo.Também quero agradecer a você,Bruna,pelo convite para eu dar esta entrevista.Fiquei honrada em das estas declarações e espero que meu livro possa entreter e contribuir um pouquinho na vida de todos.Felicidades.

You Might Also Like

0 comentários

Já falei demais!Deixe seu recado:

Like us on Facebook

Flickr Images