Mudança e cansaço

09:32

Pensamos não temos nada,mas ao mudar percebemos o quanto estamos errados!
E estou falando literalmente!Até hoje a mudança de minha mãe não se completou,estou exausta!
As aulas começaram ontem e com elas a correria também vai começar!
Para acabar uma poesia que li há muitos anos e reflete meu estado atual:

Receita de arrumar gavetas
separe coisa por coisa:
de um lado o pólen do passado
as raízes do que foi importante
os retratos os bilhetes
os horários de chegada
de todos os navios-pirata
os sinos que anunciam
que há um amigo na estrada
do outro lado um espaço vazio
para o que vai acontecer
as surpresas do destino
os desatinos do acaso

ROSEANA MURRAY


You Might Also Like

5 comentários

  1. Que poesia!
    Obrigada pela visitinha!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. A poesia é linda, exceto pela palavra acaso: pra mim não há acasos nessa vida.
    Obrigada pelos elogios ao meu blog, volte sempre. :D

    ResponderExcluir
  3. poesia descreve mesmo bem o momento, não se estresse.
    :)

    ResponderExcluir
  4. Por isso q nunca arrumei minhas gavetas!

    ResponderExcluir
  5. Esse poema é ótimo mesmo não?
    Mas em tempos de reciclagem, o jeito é separar o que não é usado mais e transformar em coisas novas.
    Tanto pras coisas, quanto pros sentimentos...

    Bjs!

    ResponderExcluir

Já falei demais!Deixe seu recado:

Like us on Facebook

Flickr Images